Iníxio Mapa do Site Web Mail Facebook You Tube

Notícias

Prefeitura, Instituto São José e Estado retomam discussões para a volta da UTI

Para Berto Silva o caminho é longo, árduo e difícil, mas possível

A- | A+

A Prefeitura de Laranjeiras do Sul iniciou na terça-feira, 18, as discussões para a volta dos leitos de terapia intensiva no município. Uma reunião em Curitiba agendada pelo prefeito Berto Silva contou com a participação do vice-prefeito e secretário de Saúde, Valdemir Scarpari, o presidente da Câmara de Vereadores, João Schefer da Silva,  o presidente do Instituto São José, Márcio Marreiros, secretário-chefe da Casa Civil, Valdir Rossoni e do secretário de Estado da Saúde, Michele Caputo Neto.

 A UTI ficou pronta em 2010, mas só começou a receber pacientes em março de 2014. O tempo de funcionamento foi curto (apenas quatro meses) e por falta de recursos e funcionários foi fechada. O prefeito Berto Silva afirmou que a reunião foi tensa e demorada, mas que decisões importantes foram tomadas. O chefe do Executivo afirmou que ainda existe um longo caminho para ser percorrido, mas que na reunião um passo grande foi dado. “A reunião foi tensa em virtude das discussões pela qual a UTI foi fechada. Havia sentimentos dos dois lados. O Instituto apresentou suas queixas, a Secretaria de Estado da Saúde as suas razões e nós atuamos como mediador nesta questão, pois entendi que faltou discernimento e vontade politica, além de investimento financeiro das prefeituras da região”, afirmou o prefeito que foi além: “se depender da prefeitura, nós teremos a UTI novamente em Laranjeiras do Sul num curto espaço de tempo”.

O vice-prefeito e secretário de Saúde do município, Valdemir Scarpari, saiu da reunião confiante e afirmou: “A logística é favorável para a volta da UTI em Laranjeiras do Sul. Nós estamos a 130 km de cascavel, a 110 km de Guarapuava e a 140 km de Pato Branco, onde tem leitos de Terapia Intensiva, e estamos na BR-277 onde ocorrem vários acidentes. A partir de agora estaremos auxiliando o Instituto São José para levantar toda a planilha que necessita para termos novamente os 10 leitos de UTI”, disse. 

Pelos números apresentados pelo médico Márcio Marreiros, em menos de quatro meses a UTI atendeu mais de 600 pessoas, não só de Laranjeiras do Sul, mas de outros municípios da região. Deste total , mais de 90% dos atendimentos foram exitosos. Ou seja, em torno de 500 vidas foram salvas.

 

25/05/2017


Voltar para Página Inicial